quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Outra casa de madeira no Bacacheri. Bem bonita.

Fachada de casa de madeira no Bacacheri.

Continuando com as fotos de casas de madeira, desta vez uma bem bonita na Rua Doutor Eurico César de Almeida.

Fiquei com a impressão de ser de construção recente. Mas pode também ser mais antiga, mas muito bem recuperada e conservada.

Os fundos da casa é em alvenaria e o acabamento da parte em madeira pareceu ser com stain colorido. Stain é tipo um verniz menos viscoso que penetra na madeira.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Jardinete Manoel Scliar

Jardinete Manoel Scliar na Rua Mateus Leme

Jardinete Manoel Scliar na Rua Mateus Leme

Localizado na Rua Mateus Leme, esquina com a Rua Oreste Beltrami.

Pareceu meio abandonado pela prefeitura e fiquei com a impressão que falta alguma coisa. Árvores? Bancos?

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Anita Garibaldi 2319

Casa na Avenida Anita Garibaldi 2319
Casa na Avenida Anita Garibaldi 2319
Casa na Avenida Anita Garibaldi 2319
Casa na Avenida Anita Garibaldi 2319

Essas duas casas na Avenida Anita Garibaldi aparentemente são as duas Unidades de Interesse de Preservação.

Digo aparentemente porque compartilham o mesmo número – que consta na relação de UIP do IPPUC – e em uma delas tem um plaquinha dizendo “Casa 1” e na outra “Casa 2”. Além disso os negócios instalados em cada uma das casas anunciam na internet como sendo no número 2319.
Possivelmente faziam parte da mesma propriedade em um grande terreno (ou quem sabe, em uma chácara).

Como não encontrei nada, sempre fico na expectativa de que após a publicação surja alguém para contar alguma coisa da história delas.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Bicicletas Forever

"Bicicletas Forever", instalação de Ai Weiwei
"Bicicletas Forever", instalação de Ai Weiwei
"Bicicletas Forever", instalação de Ai Weiwei
"Bicicletas Forever", instalação de Ai Weiwei

Não sei se a instalação “Bicicletas Forever” ainda está lá no gramado do MON (Museu Oscar Niemeyer) ou se já foi desmontada, uma vez que a exposição “”Ai Weiwei - Raiz” encerrou no último dia 28. O efeito dela era bem impressionante.
A identificação dela dizia o seguinte:

“BICICLETAS FOREVER
2015
Bicicletas de aço inoxidável
Dimensões variáveis
A monumental instalação Bicicletas Forever é composta por mais de mil bicicletas de aço inoxidável. Como a roda de bicicletas de Duchamp, Ai Weisei usa esse objeto familiar como um ready-made.
   Para o artista, que passou a infância no exílio com o pai no deserto de Gobi, a bicicleta representava liberdade pessoal. Naquela época, ter uma bicicleta era um luxo. Quando lecionava arquitetura, Ai Weiwei usava a bicicleta para ensinar seus alunos como eles poderiam construir com materiais diferentes dos comuns, como tijolo e concreto.
   O nome do trabalho vem da marca de bicicletas “Forever”, produzida desde a década de 1940. As bicicletas eram onipresentes nas estradas chinesas antes que carros e outros veículos motorizados se tornassem amplamente acessíveis.
   Bicicletas Forever foi montadas em exposições em todo o mundo, de Melbourne a Toronto e Londres. Cada instalação é única.”

domingo, 18 de agosto de 2019

Largo Helena Stadler de Souza

Largo Helena Stadler de Souza

Largo Helena Stadler de Souza

Largo Helena Stadler de Souza

Com forma triangular, o Largo Helena Stadler de Souza é margeado pela Rua Jerônimo Durski, Rua Carmelo Rangel e Rua Josefina Rocha.

Procurei informações sobre quem seria Helena Stadler de Souza. Encontrei uma nota de falecimento de uma pessoa com esse nome, publicada no “Diário do Paraná” no dia 10 de setembro de 1961, que faleceu no dia anterior em Palmeiras. Não consegui verificar se era a pessoa homenageada.

O largo passou a ter esse nome em setembro de 1973. Tentei encontra o projeto da lei (no projeto costuma ter a biografia da pessoa homenageada), mas não encontrei.

Depois que publiquei, recebi uma mensagem de Silvia Helenice Nitschke que contou o seguinte:

“… a homenageada desse pequeno Largo foi minha avó, casada com o advogado Petronio Romero Carneiro de Souza. Frente ao Largo, na Josefina Rocha, ela presenteou seus filhos Mário, Nelson e Newton com os terrenos onde cada um construiu sua moradia e mais uma prima, que faz esquina com a Hermes Fontes. Seja, ela era proprietária de toda a área, cedendo o que virou uma pracinha, para a abertura da Josefina Rocha, unindo à av. Batel a Vicente Machado.”

texto complementado em 21 ago. 2019

Referência:

sábado, 17 de agosto de 2019

Museu Tutankhamon - em breve

Prédio do Museu Tutankhamon em Curitiba

A Ordem Rosacruz, na Rua Nicarágua, está finalizando um novo museu – Museu Tutankhamon – que será inaugurado no dia 7 de setembro de 2019 às 10:30 h.

Estará presente na inauguração Zahi Hawass, que também fará uma palestra na sexta-feira (dia 6) às 19 h.

Zahi Hawass é um renomado arqueólogo. Já foi ministro de estado no Ministério de Antiguidades do Egito e diretor de escavações em Giza, Saqqara, Oasis de Bahariya e no Vale dos Reis.
Ficou conhecido mundialmente pela participação em diversos documentários de tratam da história antiga do Egito.

Já anotei em minha lista de lugares para visitar. Promete ser tão bom quanto o Museu Egípcio.

Publicações relacionadas:
Ordem Rosacruz
Museu Egípcio e Rosacruz

Referência:

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Museu Egípcio e Rosacruz

Localizado na Rua Nicarágua, 2620 o Museu Egípcio e Rosacruz é bem interessante e, sem dúvidas, vale uma visita.

A maioria das peças são reproduções de originais espalhados por museus no mundo. Mas são reproduções de excelente qualidade e não tiram o mérito do museu.

Cada peça é sempre acompanhada de texto com informações históricas.

O museu tem também uma múmia (original) que não aparece nas fotos, uma vez que há a solicitação de não tirar fotos.

O museu pode ser visitado nos seguinte horários:
Terças a sextas-feiras: das 8 h às 12 h e das 13 h às 17:30 h.
Sábados e feriados: das 10 h às 17 horas.
Domingos: das 9 h às 12 h.

Publicações relacionadas:
Ordem Rosacruz
Museu Tutankhamon - em breve

Referência:

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz
Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

Ordem Rosacruz

A sede da Ordem Rosacruz para os países de lingua portuguesa fica na Rua Nicarágua, no Bacacheri.

Fisicamente trata-se de um conjunto de edificações com arquitetura inspiradas no Egito antigo e alguns de arquitetura moderna. Neles estão instalados a administração, auditório, biblioteca (Biblioteca Alexandria), uma universidade livre (URCI - Universidade Rose-Croix), um espaço de arte (Espaço de Arte Francis Bacon), um bosque, um museu em funcionamento desde outubro de 1990 (Museu Egípcio e Rosacruz) e um novo museu que será inaugurado em breve (O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon).

O movimento Rosacruz “se popularizou na Europa no início do século XVII após a publicação de vários textos que pretendiam anunciar a existência de uma ordem esotérica até então desconhecida para o mundo.”
Com o tempo surgiram diversas organizações baseadas na tradição Rosacruz. A de Curitiba é ligada a AMORC - Antiga e Mística Ordem Rosae Cruzis, com sede nos Estados Unidos e com influência do antigo Egito.
No site em português eles definem-se assim:

“ Antiga e Mística Ordem Rosacruz, conhecida pela sigla AMORC, é uma organização internacional, de natureza filosófica, iniciática e tradicional, que perpetua o Conhecimento dos iniciados do antigo Egito e, de um modo geral, a gnose secreta que os grandes pensadores têm transmitido desde a mais remota antiguidade. Os ensinamentos que a Ordem põe à disposição dos seus membros são apresentados através de monografias distribuídas mensalmente. Os assuntos nelas tratados vão desde conhecimentos científicos de natureza física, às leis que regem o mundo metafísico. Incluem igualmente numerosos exercícios que visam desenvolver as faculdades psíquicas do ser humano, dado serem estas faculdades que facilitam o conhecimento da realidade divina, que se manifesta no homem e no mundo em redor. A AMORC é, pois, uma escola de pensamento que faculta estudos que abrangem os aspectos materiais e imateriais da existência humana. 
O seu objetivo é promover a evolução da humanidade através do desenvolvimento das potencialidades de cada indivíduo e propiciar uma vida mais harmoniosa para alcançar saúde, felicidade e paz. Para esse objetivo, a Ordem Rosacruz oferece um sistema eficaz e comprovado de instrução e orientação para um profundo autoconhecimento e compreensão dos processos que determinam a mais alta realização humana. Essa profunda e prática sabedoria, cuidadosamente preservada e desenvolvida pelas Escolas de Mistérios esotéricos da Antiguidade está a disposição de toda pessoa sincera, de mente aberta, motivação positiva e construtiva.”
Publicações relacionadas:
Museu Egípcio e Rosacruz
Museu Tutankhamon - em breve

Referências:

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Gêmeas

Duas casas semelhantes

Duas casas semelhantes na Rua Nicarágua.
Com diferenças na pintura, uma delas teve a janela trocada.
O menino estava divertindo-se com a bola.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

A seta

Ornamento de ferro em forma de seta e capelinha com imagem de Nossa Senhora

Casa com ornamento de ferro em forma de seta e capelinha com imagem de Nossa Senhora

Casa na Rua Euclides Bandeira com ornamento de ferro e capelinha com Nossa Senhora.

O ornamento de ferro é diferente dos que costumo encontrar. O motivo é comum (seta), mas o desenho é mais espesso e com linhas mais retas.

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

CECA Guido Viaro - o muro

Muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro e da Escola Estadual República Oriental do Uruguai, com mosaicos

Mosaico muro da Escola Estadual República Oriental do Uruguai

Mosaico muro da Escola Estadual República Oriental do Uruguai

Mosaico muro da Escola Estadual República Oriental do Uruguai

Mosaico muro da Escola Estadual República Oriental do Uruguai

Mosaico muro da Escola Estadual República Oriental do Uruguai

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

Mosaico muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro

O muro do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro (e o de uma outra escola vizinha) é uma atração em si, com muitos mosaicos em azulejo e cerâmica.

São obras coletivas, realizadas pelos participantes dos cursos ministrados por Mary Dacól, professora, ceramista e mosaicista.

No muro do Guido Viaro o espaço já acabou e imagino que um dia acabará também no da escola vizinha. Aí o pessoal vai ter que recorrer a outros muros na vizinhança, transformando assim, com o tempo, o Capão da Imbuia no bairro dos mosaicos. Será?

Publicações relacionadas:
Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro
CECA Guido Viaro - o interior

Referências: