domingo, 31 de maio de 2020

A antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel

Fachada da antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel
Detalhes da fachada da antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel
Detalhes da fachada da antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel
Detalhes da fachada da antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel

O prédio da A antiga Sociedade Beneficente dos Operários Batel é uma Unidade de Interesse de Preservação.

A Sociedade foi fundada em 1905 – quando Batel era uma região industrial com um grande número de operários – e inicialmente ocupava um barracão de madeira. Em fevereiro de 1932 o prédio mostrado na foto foi inaugurado.

Após a inauguração da sede nova virou um dos cubes mais populares da cidade, famoso pelo carnavais, em um cidade onde o carnaval não é muito festejado.

Na década de 1970 o evento “Garotas Bem Boladas”, onde mocinhas da cidade rebolavam em um desfile (dizem que, diante de uma platéia cheia de velhos babões) ficou famoso. Na época o clube era chamado pela população de “Batelzinho”.

O prédio, depois de ficar um tempo abandonado, foi restaurado, preservando muito bem a fachada, que é muito bonita.

Muito bem conservado, o prédio é atualmente ocupado por uma empresa de locação de espaço de trabalho compartilhado.

Referências:

sábado, 30 de maio de 2020

Um edifício no Alto da Glória


Para quem reclama que tem muitas fotos de casas velhas no blog, hoje a foto de um edifício contemporâneo. Não sei a idade dele. Dez, quinze anos? Não muito mais.

Os edifícios altos são construções muito novas. Só foram possíveis depois da invenção de um dispositivo de segurança para o elevador, o que aconteceu em 1853.

Ontem fiz uma postagem onde escrevi sobre as transformações nas cidades, delas serem construídas em camadas.
Uma coisa que intriga, nesse contexto, é o que acontecerá com os edifícios no futuro. E futuro quero dizer trezentos, quinhentos, mil anos. Ou seja, um futuro distante.
Como ficarão essas tais camadas? O que acontecerá com os edifícios?

Publicações relacionadas:
Transformações
As camadas da cidade
Edifício Moreira Garcez

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Transformações

Terreno onde uma casa foi desmanchada

Casa sendo reformada, parcialmente demolida

Terreno onde uma casa foi desmanchada, com escavadeira concluíndo o trabalho

As cidades são dinâmicas, em constante transformação. As edificações são abandonadas, reformadas, demolidas, substituídas por outras. Algumas vão ficando, como que congeladas no tempo, construindo pedaços da história da evolução da cidade.
As cidades crescem, diminuem e, até mesmo são abandonadas, desaparecem.
O ritmo dessas transformações varia de cidade para cidade e até mesmo dentro das diversas áreas de uma mesma cidade.
Alguém já disse que as cidades são construídas em camadas, umas sobre as outras.

Publicações relacionadas:
As camadas da cidade
Um edifício no Alto da Glória