domingo, 20 de maio de 2018

Barão do Rio Branco 593 - Unidade de Interesse de Preservação também

Barão do Rio Branco 593 - Unidade de Interesse de Preservação também

Barão do Rio Branco 593 - Unidade de Interesse de Preservação também

Barão do Rio Branco 593 - Unidade de Interesse de Preservação também

Barão do Rio Branco 593 - Unidade de Interesse de Preservação também

Outra Unidade de Interesse de Preservação na Rua Barão do Rio Branco.
O térreo do sobrado foi alterado, mas o andar superior é uma jóia. Colunas, volutas, janelas, platibanda, sacada com grade em ferro forjado e todos os demais ornamentos são todos muito bonitos.

Pena não saber nada sobre a história dela. Mas sempre fico na esperança de que após publicar alguém de uma dica.

sábado, 19 de maio de 2018

No céu tem cachaça?

asa localizada na Rua Theodoro Makiolka

asa localizada na Rua Theodoro Makiolka - detalhe labrequins

asa localizada na Rua Theodoro Makiolka - detalhe

asa localizada na Rua Theodoro Makiolka, esquina com a Rua Lauro Varombi


Esta casa localizada na Rua Theodoro Makiolka, esquina com a Rua Lauro Varombi, é uma Unidade de Interesse de Preservação.

Entrei em contato com a senhora Danusia Maria Walesko que tem o blog “Santa Cândida A História e as Histórias de cada um” e ela, gentilmente, contou-me um pouco da história da casa.

“O último morador dessa casa foi a família do senhor Constante Baude (Bałdy em polonês) e a Sra. Celestina Kulik Baude. … a propriedade foi vendida para funcionários do antigo Banestado que montaram um condomínio. Consta que o primeiro morador foi Estevão (Stevan) Kachel imigrante polaco que se estabeleceu ali quando a colônia Santa Cândida foi criada em 1875. Não há certeza se já essa casa ... só que era ali.”

Estou publicando também uma foto antiga da casa, que conforme informou a senhora Danusia “atribui-se ao falecido Sr. Felippe Skora a execução da foto”.

Ela também indicou-me um vídeo sobre uma discussão havida no local, enquanto era um armazém, sobre a existência ou não de cachaça no céu. Vale assistir o vídeo que está neste endereço.

Referências:

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Um mosaico de Franco Giglio no Edifício Cabral

Um mosaico de Franco Giglio no Edifício Cabral

O Edifício Cabral, localizado na Alameda Cabral, 246; esquina com a Rua Saldanha Marinho

O Edifício Cabral, localizado na Alameda Cabral, 246; esquina com a Rua Saldanha Marinho é outro dos prédios de Curitiba com um painel do artista italiano Franco Giglio (1937-1982), que residiu alguns anos em Curitiba.

Não sei se o mosaico tem um nome, mas faz referência clara a Pedro Alvares Cabral e ao descobrimento do Brasil. Pena que esteja danificado. Um painel desses restaurado valoriza o edifício.

Falando no edifício, ele também é bem interessante e suas linhas são destacadas pela pintura com cores complementares.

Publicações relacionadas:
Biblioteca Franco Giglio abandonada
Dois mosaicos de Franco Giglio
Edifício Brasílio de Araújo

Referência:
GALANI, Luan. Rua Saldanha Marinho tem exuberante diversidade arquitetônica; veja o roteiro. Gazeta do Povo, Curitiba, 14 jan. 2017. Haus. Disponível em: <http://www.gazetadopovo.com.br/haus/arquitetura/saldanha-marinho-guarda-uma-das-maiores-diversidades-arquitetonicas-da-cidade-veja-o-roteiro/>. Acesso em: 17 mai. 2017.