sábado, 30 de dezembro de 2017

Mitra da Arquidiocese de Curitiba

Mitra da Arquidiocese de Curitiba

Mitra da Arquidiocese de Curitiba

Mitra da Arquidiocese de Curitiba - detalhe

Em estilo eclético o prédio da Mitra da Arquidiocese de Curitiba foi construído em um terreno doado pelo primeiro arcebispo da Arquidiocese de Curitiba, Dom João Francisco Braga; terreno que havia recebido como herança de família. A construção foi concluída em 1931, e era chamado de “Palácio Arquiepiscopal”.
Simétrico, com um alpendre com a porta de entrada no centro. Repare nas janelas diferentes, em arco no segundo andar e retangulares com sobreverga triangular no primeiro. Pilastras com capitel com volutas (ornamento em forma espiralada). Platibanda com balaústres e um frontão central decorado com um escudo. Enfim, são diversos detalhes que demonstram o capricho do projeto.

O prédio, localizado na Avenida Jaime Reis, é uma Unidade de Interesse de Preservação.

Um pouco da história da Arquidiocese de Curitiba


A Diocese de Curitiba, subordinada a Sé Metropolitana do Rio de Janeiro, foi criada pelo Papa Leão XIII em 27 de abril de 1892.
O primeiro bispo, Dom José Camargo de Barros, foi nomeado em 1894, cargo que ocupou até abril de 1904. O segundo bispo, Dom Duarte Leopoldo e Silva, assumiu em outubro de 1904.
Em fevereiro de 1908 assumiu o cargo Dom João Francisco Braga. Durante o seu mandato a Diocese foi elevada à Província Eclesiástica do Paraná, passando a ser uma Arquidiocese. Foi Dom João, primeiro arcebispo de Curitiba, quem construiu o Palácio Episcopal.
Em função da sua saúde, Dom João Francisco Braga renunciou ao cargo de arcebispo em julho de 1935, sendo nomeado o substituto, Dom Áttico Eusébio da Rocha, que assumiu em 16 de dezembro de 1935. Dom Áttico faleceu em 11 de abril de 1950.
Em agosto de 1950, assumiu cargo Dom Manuel da Silveira D’Elboux, ficando nele até 1970, quando faleceu.
Em dezembro de 1970 foi nomeado arcebispo, Dom Pedro Antônio Marchetti Fedalto. Dom Fedalto permaneceu no cargo até 19 de maio de 2004.
Em 18 de junho de 2004 assumiu Dom Moacyr José Vitti, que permaneceu até o dia 26 de junho de 2014, quando faleceu, vítima de um ataque cardíaco.
Durante a vacância o cargo de administrador arquidiocesano foi ocupado por Dom Rafael Biernaski, onde permaneceu até 7 de janeiro de 2015, quando o sexto arcebispo da Arquidiocese de Curitiba foi nomeado, Dom José Antônio Peruzzo.

Referência:

ARQUIDIOCESE de Curitiba [site]. Disponível em: <http://arquidiocesedecuritiba.org.br>. Acesso em: 29 dez. 2017.