domingo, 13 de setembro de 2015

Portões do Passeio Público

Portão do Passeio Público de Curitiba

Portão do Passeio Público de Curitiba

Os Portões do Passeio Público foram construídos em 1910, por iniciativa da Prefeitura.
Trata-se de uma cópia dos portões do Cimetière des Chiens et Autres Animaux Domestiques, localizado em Asnières-sur-Seine, próximo de Paris.

Cada um dos dois portões é formado por um conjunto de três portões. Um maior, por onde passavam carros e dois menores, nas laterais, por onde passavam as pessoas. Trata-se de uma estrutura em tijolos em volta, na forma de arcos, com relevos decorativos inspirados no art noveau. Os portões em si são de ferro forjado, com desenhos de inspiração vegetal. São tombados pelo Patrimônio Cultural do Paraná e são Unidade de Interesse de Preservação.

Fonte: Wikimedia Commons. Domínio Público.
Minha esposa lembra-se de ir passear com o pai dela de carro no Passeio Público, passando pelos portões.

Sempre me perguntei do porquê terem feito uma cópia. Será que não tinha alguém com capacidade de fazer um projeto original? A razão foi que Cândido de Abreu, então prefeito de Curitiba, ficou muito impressionado com o desenho do portão do tal cemitério de animais domésticos.

De qualquer forma, são dois belos portões.


Referências:
LYRA, Cyro Illídio Corrêa de Oliveira et al. Espirais do tempo: bens tombados do Paraná. Curitiba: Secretaria de Estado da Cultura, 2006. 440 p.
Le Cimetière des Chiens. Asnières-sur-Seine. Arquivo do jornal “Le Monde”. [189?]. p&b. 540x344 px. Domínio Público. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dog_cimetière.jpg>. Acesso em: 04 set. 2015.